Jornal Diário da Região – Osasco Carapicuíba Barueri Jandira Itapevi Santana de Parnaíba Pirapora
..
....
..


..
..
..
..
 
..
....
Principal Animais Educação Especiais Saúde Turismo Gastronomia Consumidor
  Opinião   Lazer   Geral                
Edição: Sábado, 28 de março de 2015


Atualizado em 22/01/2010

Chuvas alagam bairros e param Castelo e Rodoanel


Altura da água chegou a 2 metros, durante a madrugada, em casas do Jardim Santo Antoninho e Novo Horizonte, em Osasco e Carapicuíba, respectivamente. Na Castelo, pico de lentidão foi de 22 quilômetros

Erica Celestini
e Júnior Berilo
(cotidiano@webdiario.com.br)

A madrugada de quarta-feira foi de pouco sono, muita preocupação e bastante trabalho para os moradores do Jardim Santo Antoninho, em Osasco, e Novo Horizonte, em Carapicuíba. Esses dois bairros foram os maiores atingidos, na região, com as fortes chuvas, que começaram por volta da 1 hora, se intensificaram a partir das 2 horas e só foram dar trégua depois das 4 horas.

No Santo Antônio, as enchentes se concentram em três ruas: Pedro Pinto de Carvalho, Bezerra de Menezes e Venceslau Braz, atingidas pelo transbordamento do córrego que corta a área.

Na primeira, moradores relatam que a altura das águas chegou a 2 metros no pior momento do temporal. “Meu filho só foi dormir às 6 horas. Passou a madrugada desmontando móveis e tentando colocar nas partes mais altas da casa”, conta uma moradora, que se identificou apenas como Maria. Tanto esforço, no entanto, não impediram a família de ter prejuízo, o que não é novidade para o bairro. “Sempre que chove, a água entra. Aí, abrimos crediário no comércio, compramos o que foi perdido e, quando menos esperamos, perdemos tudo de novo”, relata.

Já Eliane de Souza, que mora há 35 anos na rua Pedro Pinho de Carvalho, afirma que apesar de constantes, as enchentes não se comparam à registrada na madrugada de quarta-feira. “Ela só foi parecida com o drama que vivemos em 2006, quando o volume de água também passou de 2 metros”, afirma.

Houve prejuízo também no comércio. Dona de um salão de beleza na rua Venceslau Braz, Magali Marquês chegou para trabalhar e encontrou tudo debaixo d´água. “Além de ter perdido equipamentos, cadeiras e até aparelhos de esterilização, nem vou poder abrir hoje, aumentando o prejuízo”, disse, enquanto tentava limpar o estabelecimento.

A mesma “surpresa” teve o dono de um restaurante, na rua Bezerra de Menezes. “Só não perdi as mesas e as cadeiras porque elas estavam na parte mais alta. Agora, vou ter que limpar tudo rápido para ainda garantir o funcionamento no almoço”, relatou o comerciante, que se identificou como Renato.

Os moradores organizaram, no início da manhã, um protesto no local, exigindo a limpeza das ruas. O pedido foi atendido por volta das 8 horas.

Na Vila São Francisco, bairro vizinho, as chuvas também causaram estrago. Cerca de 60 metros do muro de um empreendimento imobiliário na avenida Martin Luther King vieram abaixo durante o temporal. Não houve feridos.


Largo de Osasco

Na região central de Osasco, próximo ao terminal rodoviário, o cenário também foi de destruição. O córrego Bussocaba transbordou atingiu parte do Largo de Osasco. Um dos imóveis mais prejudicados foi o da Escola de Enfermagem São Bernardo. Segundo Marco Antônio Rodrigues, assessor financeiro da instituição, tudo ficou destruído. “Mas muito além das perdas materiais, como cadeiras, mesas e computadores, que podemos repor, nosso prejuízo foi mesmo a destruição de todo o prontuário dos alunos, tanto arquivado em papel quanto registrado digitalmente”, explica.

A escola atende, atualmente, 500 alunos em três turnos, mas as aulas estão suspensas, pois também há lama e barro para todo lado. “Acredito que só conseguiremos retormar o atendimento a partir de amanhã (hoje), à noite. E, com isso, teremos mais prejuízos, pois vamos ressarcir os alunos por meio de descontos dos dias sem aula”, relata, acrescentando que esta é a 6ª vez que o prédio é inundado nos últimos anos.

No restante da cidade, houve pontos de alagamento, mas sem atingir imóveis, nas avenidas Maria Campos, Hirant Sanazar e Comandante Sampaio.


Carapicuíba

Em Carapicuiba, a enchente atingiu o trecho final da avenida Plutão, próximo à divisa com Osasco, e ainda uma área livre vizinha, no Jardim Novo Horizonte. O cenário, pela manhã, era de destruição total. Moradores jogaram colchões, sofás, eletrodomésticos, roupas e alimentos no meio da rua, para tirar a lama das casas. E caminhões da prefeitura tentavam organizar o caos.

O alagamento foi provocado pelo transbordamento do córrego que corta a área. E, quando o nível baixou, foi possível ver uma verdadeira montanha de lixo impedindo o escoamento das águas.
“A enchente chegou a um metro dentro de casa. Não deu tempo de fazer nada. Só esperar baixar para começar a limpeza”, contou Ester dos Santos, que mora no local há 4 anos e afirmou que, pela primeira vez, viu um alagamento tão grande.

Com o filho de um ano no colo, o casal Rafael e Tatiana Guerreiro, que moram na área livre, ainda tentavam organizar seus pertences para iniciar a limpeza da casa. “Foi perda total. Meu carro, que estava aqui perto, ficou coberto até o teto. Além disso, a chuva inundou móveis, geladeira, fogão, microondas, televisão, roupas e alimento”, relatou Rafael.

Para agravar a situação, uma passarela de pedestres sobre o córrego, que faz a ligação entre a área livre e a Estrada das Flores, já na parte de Osasco, foi “torcida” pela água, impedindo a passagem. “Agora, só dando a volta pela avenida Plutão para chegar à estrada. São mais uns 5 minutos de caminhada”, lamentou o morador André Moura.

O comércio também foi atingido. Na borracharia Paraná, na avenida Plutão – a água avançou sobre equipamentos hidráulicos e também um carro que estava no local. “Ainda nem conseguimos calcular as perdas. Temos que tentar ver, primeiro, o que está funcionando”, informou um funcionário.
De acordo com informações da Regional Veloso da Prefeitura de Carapicuíba, o transbordamento do córrego foi agravado pelo fato dos moradores, atendendo a um pedido da própria administração, terem colocado entulho na rua para coleta durante Operação Limpeza, que está em andamento no bairro. O material seria recolhido ontem (hoje), mas as chuvas da madrugada “empurram” o entulho para dentro do córrego, provocando o assoreamento.

Ainda em Carapicuiba, foram registradas enchentes no Jardim Guapiúva e na avenida Andradas.



Trânsito


Mas a manhã não foi de caos apenas para quem teve a casa alagada. As enchentes contabilizadas nas marginais Pinheiros e Tietê tiveram reflexo na rodovia Castelo Branco e no trecho Oeste do Rodoanel.
Na Castelo, de acordo com informações da VIaoeste, a lentidão média ficou entre 13 e 20 quilômetros, mas houve um pico de 22 quilômetros durante a manhã, sentido Capital. A situação só começou a melhorar por volta do meio-dia, quando a lentidão era de 7 quilômetros.
Quem mais sofreu foram os motoristas que tentavam acessar a Marginal Tietê, a mais atingida pelas chuvas.

Já no Rodoanel, a lentidão foi menor. Mas se concentrou na saída do Km 21, no acesso às cidades de Carapicuiba e Osasco.

Os trens também não escaparam. A circulação na linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) aconteceu de forma parcial, durante a manhã, no trecho entre as estações Grajaú e Jurubatuba, que ficou inundado. Já de Jurubatuba até Osasco não houve mudanças.



  Compartilhe: Twitter Facebook
 
Enviar para um amigo
  Cotidiano
28/03/2015 Coquetel de lançamento apresenta novo Honda HR-V
28/03/2015 Osasco entrega 300 moradias no Residencial Flor de Lis do Minha Casa, Minha Vida
28/03/2015 Cantareira chega a 18,4% e Alckmin não descarta rodízio durante o inverno
28/03/2015 Campanha internacional Hora do Planeta apaga luzes por uma hora hoje
28/03/2015 MPD ganha Prêmio Sustentax 2014
27/03/2015 A vez da região no Restaurant Week
27/03/2015 Vinno traz sommelier virtual para democratizar o consumo do vinho
27/03/2015 Crise hídrica no Estado “breca” obras da Sabesp na região Oeste
27/03/2015 Obrigatoriedade de extintores é prorrogada por mais 3 meses
27/03/2015 Campus da PUC em Barueri fecha em dezembro. Cursos serão transferidos
26/03/2015 Deslocamento entre Osasco e São Paulo é 4º maior do Brasil
26/03/2015 Governo do Estado anuncia apoio da Polícia Militar para combate à dengue
26/03/2015 Festival LollaPalooza altera a circulação de trens na Linha 9
26/03/2015 Gestão por OS deve dobrar internações no hospital Antônio Giglio, diz secretário
26/03/2015 Os números de uma grande cidade
26/03/2015 UM SALTO NA EDUCAÇÃO
26/03/2015 BOM NEGÓCIO
26/03/2015 Entrevista
26/03/2015 GOVERNO APARTIDÁRIO
26/03/2015 CINQUENTONA COM MUITO ORGULHO
26/03/2015 DE BARUERI PARA AS TELONAS
26/03/2015 TALENTOS DO ESPORTE
26/03/2015 Dubai brasileira e melhor esquina do País
26/03/2015 Barueri celebra 66 anos de emancipação
25/03/2015 Sabesp flagra furto de 26 mil litros de água por mês em Carapicuíba
25/03/2015 Osasco e Barueri receberão novos reservatórios em abril, segundo o governo do Estado
25/03/2015 Greve de garis atinge Osasco, Barueri e Itapevi. Não há previsão de retorno
25/03/2015 Detran-SP alerta sobre serviço clandestino de emplacamento
24/03/2015 Campus da Unifesp Osasco será mais sustentável do País
24/03/2015 Greve dos professores da rede estadual em Osasco tem 40% de adesão
24/03/2015 Unidade do Poupatempo Carapicuíba não funciona nesta quinta-feira, dia 26
24/03/2015 IPVA para final de placa zero vence nesta terça
24/03/2015 Novo viaduto de acesso à Castelo tem tráfego liberado na altura do Km 22
21/03/2015 Cisterna é alternativa para reduzir consumo de água
21/03/2015 Iguatemi Alphaville recebe mostra de decoração
21/03/2015 Jardim 1º de Maio ganha Terminal de Ônibus
21/03/2015 DER implanta novo radar na rodovia Raposo Tavares
20/03/2015 Com crise hídrica, Barueri altera regras para novas construções
20/03/2015 Universidade de São Paulo busca voluntários para aplicar vacina contra dengue
20/03/2015 Termina hoje prazo para beneficiários do Bolsa Família atualizarem cadastro
19/03/2015 Barueri tem quatro vagas para terceira chamada do Mais Médicos
19/03/2015 Sem-teto fecham Raposo por uma hora
19/03/2015 Concurso premia aluno com viagem à Armênia
19/03/2015 Nível do sistema Cantareira chega a 15% após 10ª alta seguida
18/03/2015 Prefeitura de Itapevi aceita parcelamento de tributos em atraso até dia 26 de maio
18/03/2015 Servidores de Barueri têm redução de juros na Caixa Econômica Federal
18/03/2015 Com crise hídrica, Barueri altera regras para novas construções
18/03/2015 MP obriga Sabesp a somar volume morto do Sistema Cantareira
17/03/2015 Passeio Ciclístico contra trabalho infantil será dia 22
17/03/2015 Cidade reforça combate a dengue com nebulizador