Jornal Diário da Região – Osasco Carapicuíba Barueri Jandira Itapevi Santana de Parnaíba Pirapora
..
....
..


..
..
..
..
 
..
....
Principal Animais Educação Especiais Saúde Turismo Gastronomia Consumidor
  Opinião   Lazer   Geral                
Edição: Quinta-feira, 24 de abril de 2014


Atualizado em 22/01/2010

Chuvas alagam bairros e param Castelo e Rodoanel


Altura da água chegou a 2 metros, durante a madrugada, em casas do Jardim Santo Antoninho e Novo Horizonte, em Osasco e Carapicuíba, respectivamente. Na Castelo, pico de lentidão foi de 22 quilômetros

Erica Celestini
e Júnior Berilo
(cotidiano@webdiario.com.br)

A madrugada de quarta-feira foi de pouco sono, muita preocupação e bastante trabalho para os moradores do Jardim Santo Antoninho, em Osasco, e Novo Horizonte, em Carapicuíba. Esses dois bairros foram os maiores atingidos, na região, com as fortes chuvas, que começaram por volta da 1 hora, se intensificaram a partir das 2 horas e só foram dar trégua depois das 4 horas.

No Santo Antônio, as enchentes se concentram em três ruas: Pedro Pinto de Carvalho, Bezerra de Menezes e Venceslau Braz, atingidas pelo transbordamento do córrego que corta a área.

Na primeira, moradores relatam que a altura das águas chegou a 2 metros no pior momento do temporal. “Meu filho só foi dormir às 6 horas. Passou a madrugada desmontando móveis e tentando colocar nas partes mais altas da casa”, conta uma moradora, que se identificou apenas como Maria. Tanto esforço, no entanto, não impediram a família de ter prejuízo, o que não é novidade para o bairro. “Sempre que chove, a água entra. Aí, abrimos crediário no comércio, compramos o que foi perdido e, quando menos esperamos, perdemos tudo de novo”, relata.

Já Eliane de Souza, que mora há 35 anos na rua Pedro Pinho de Carvalho, afirma que apesar de constantes, as enchentes não se comparam à registrada na madrugada de quarta-feira. “Ela só foi parecida com o drama que vivemos em 2006, quando o volume de água também passou de 2 metros”, afirma.

Houve prejuízo também no comércio. Dona de um salão de beleza na rua Venceslau Braz, Magali Marquês chegou para trabalhar e encontrou tudo debaixo d´água. “Além de ter perdido equipamentos, cadeiras e até aparelhos de esterilização, nem vou poder abrir hoje, aumentando o prejuízo”, disse, enquanto tentava limpar o estabelecimento.

A mesma “surpresa” teve o dono de um restaurante, na rua Bezerra de Menezes. “Só não perdi as mesas e as cadeiras porque elas estavam na parte mais alta. Agora, vou ter que limpar tudo rápido para ainda garantir o funcionamento no almoço”, relatou o comerciante, que se identificou como Renato.

Os moradores organizaram, no início da manhã, um protesto no local, exigindo a limpeza das ruas. O pedido foi atendido por volta das 8 horas.

Na Vila São Francisco, bairro vizinho, as chuvas também causaram estrago. Cerca de 60 metros do muro de um empreendimento imobiliário na avenida Martin Luther King vieram abaixo durante o temporal. Não houve feridos.


Largo de Osasco

Na região central de Osasco, próximo ao terminal rodoviário, o cenário também foi de destruição. O córrego Bussocaba transbordou atingiu parte do Largo de Osasco. Um dos imóveis mais prejudicados foi o da Escola de Enfermagem São Bernardo. Segundo Marco Antônio Rodrigues, assessor financeiro da instituição, tudo ficou destruído. “Mas muito além das perdas materiais, como cadeiras, mesas e computadores, que podemos repor, nosso prejuízo foi mesmo a destruição de todo o prontuário dos alunos, tanto arquivado em papel quanto registrado digitalmente”, explica.

A escola atende, atualmente, 500 alunos em três turnos, mas as aulas estão suspensas, pois também há lama e barro para todo lado. “Acredito que só conseguiremos retormar o atendimento a partir de amanhã (hoje), à noite. E, com isso, teremos mais prejuízos, pois vamos ressarcir os alunos por meio de descontos dos dias sem aula”, relata, acrescentando que esta é a 6ª vez que o prédio é inundado nos últimos anos.

No restante da cidade, houve pontos de alagamento, mas sem atingir imóveis, nas avenidas Maria Campos, Hirant Sanazar e Comandante Sampaio.


Carapicuíba

Em Carapicuiba, a enchente atingiu o trecho final da avenida Plutão, próximo à divisa com Osasco, e ainda uma área livre vizinha, no Jardim Novo Horizonte. O cenário, pela manhã, era de destruição total. Moradores jogaram colchões, sofás, eletrodomésticos, roupas e alimentos no meio da rua, para tirar a lama das casas. E caminhões da prefeitura tentavam organizar o caos.

O alagamento foi provocado pelo transbordamento do córrego que corta a área. E, quando o nível baixou, foi possível ver uma verdadeira montanha de lixo impedindo o escoamento das águas.
“A enchente chegou a um metro dentro de casa. Não deu tempo de fazer nada. Só esperar baixar para começar a limpeza”, contou Ester dos Santos, que mora no local há 4 anos e afirmou que, pela primeira vez, viu um alagamento tão grande.

Com o filho de um ano no colo, o casal Rafael e Tatiana Guerreiro, que moram na área livre, ainda tentavam organizar seus pertences para iniciar a limpeza da casa. “Foi perda total. Meu carro, que estava aqui perto, ficou coberto até o teto. Além disso, a chuva inundou móveis, geladeira, fogão, microondas, televisão, roupas e alimento”, relatou Rafael.

Para agravar a situação, uma passarela de pedestres sobre o córrego, que faz a ligação entre a área livre e a Estrada das Flores, já na parte de Osasco, foi “torcida” pela água, impedindo a passagem. “Agora, só dando a volta pela avenida Plutão para chegar à estrada. São mais uns 5 minutos de caminhada”, lamentou o morador André Moura.

O comércio também foi atingido. Na borracharia Paraná, na avenida Plutão – a água avançou sobre equipamentos hidráulicos e também um carro que estava no local. “Ainda nem conseguimos calcular as perdas. Temos que tentar ver, primeiro, o que está funcionando”, informou um funcionário.
De acordo com informações da Regional Veloso da Prefeitura de Carapicuíba, o transbordamento do córrego foi agravado pelo fato dos moradores, atendendo a um pedido da própria administração, terem colocado entulho na rua para coleta durante Operação Limpeza, que está em andamento no bairro. O material seria recolhido ontem (hoje), mas as chuvas da madrugada “empurram” o entulho para dentro do córrego, provocando o assoreamento.

Ainda em Carapicuiba, foram registradas enchentes no Jardim Guapiúva e na avenida Andradas.



Trânsito


Mas a manhã não foi de caos apenas para quem teve a casa alagada. As enchentes contabilizadas nas marginais Pinheiros e Tietê tiveram reflexo na rodovia Castelo Branco e no trecho Oeste do Rodoanel.
Na Castelo, de acordo com informações da VIaoeste, a lentidão média ficou entre 13 e 20 quilômetros, mas houve um pico de 22 quilômetros durante a manhã, sentido Capital. A situação só começou a melhorar por volta do meio-dia, quando a lentidão era de 7 quilômetros.
Quem mais sofreu foram os motoristas que tentavam acessar a Marginal Tietê, a mais atingida pelas chuvas.

Já no Rodoanel, a lentidão foi menor. Mas se concentrou na saída do Km 21, no acesso às cidades de Carapicuiba e Osasco.

Os trens também não escaparam. A circulação na linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) aconteceu de forma parcial, durante a manhã, no trecho entre as estações Grajaú e Jurubatuba, que ficou inundado. Já de Jurubatuba até Osasco não houve mudanças.



  Compartilhe: Twitter Facebook
 
Enviar para um amigo
  Cotidiano
24/04/2014 Prazo para entrega da declaração do IR termina na próxima quarta-feira
24/04/2014 Feriado prolongado termina sem mortes no sistema Castelo/Raposo
24/04/2014 Segunda edição do Feirão do Emprego acontece no dia 10
24/04/2014 Estado parcela débitos de IPVA
24/04/2014 Volume morto só será usado quando o sistema Cantareira chegar a 6%, afirma Estado
23/04/2014 Pirapora do Bom Jesus faz concurso público para preencher 161 vagas
23/04/2014 Sesi Osasco receberá Ação Global voltada às mulheres
23/04/2014 Em março, região fecha 755 vagas de emprego. Indústria é grande vilã do resultado
23/04/2014 Novas etapas do minianel viário de Alphaville ficam prontas este ano
23/04/2014 Volta do feriado “trava” Osasco
18/04/2014 Educação vai selecionar mais 5,7 mil professores
18/04/2014 CPTM recebe inscrições até o dia 30
18/04/2014 Com médicos cubanos, Jandira implanta atendimento domiciliar
18/04/2014 Saúde alerta para risco de consumo de chocolate em excesso por crianças
18/04/2014 Motoristas pagam R$415 milhões em IPVA na região Oeste da Grande São Paulo
18/04/2014 Obras alteram circulação dos trens nesse feriado
18/04/2014 Rochdale e Jardim Conceição abrigam “lan houses” sobre rodas, em Osasco
18/04/2014 Educação vai selecionar mais 5,7 mil professores
18/04/2014 CPTM recebe inscrições até o dia 30
18/04/2014 Fatecs abrem inscrições para vestibular com 1200 vagas em cidades da região
18/04/2014 Governo de São Paulo estuda multar quem aumentar gasto de água
17/04/2014 9 mil pessoas devem passar pela rodoviária
17/04/2014 Feriados de Páscoa e Tiradentes alteram funcionamento do comércio
17/04/2014 349 bafômetros e 218 radares reforçam fiscalização nas estradas
17/04/2014 Sistema Castelo/Raposo deve receber 638 mil veículos no feriado prolongado de Páscoa
17/04/2014 Chuva de apenas um dia faz nível do Cantareira subir para 12,3%
17/04/2014 Registros de dengue chegam a 816 em Osasco, mas novos casos começam a “perder o fôlego”
17/04/2014 Dom João Bosco é o novo bispo da Diocese de Osasco
16/04/2014 Obras interditam avenida durante feriado de Páscoa em Itapevi
16/04/2014 Mais Médicos Até maio, Osasco recebe mais 43 profissionais
16/04/2014 Emprego na Grande São Paulo tem 14,4 mil vagas abertas nesta semana
16/04/2014 Dupla de traficantes é detida com compridos de ecstasy e LSD em Alphaville
16/04/2014 Polícia encontra três pessoas mortas dentro de carro em Jandira
16/04/2014 Casos de dengue crescem 1100% na região Oeste da Grande São Paulo
15/04/2014 Em dias de seca, lanchonete de Alphaville é acusada de “furtar” água
15/04/2014 Cursos gratuitos estão com inscrições abertas
15/04/2014 Preço dos ovos de chocolate varia até 160,84%, segundo Fundação Procon
15/04/2014 Caminhão tomba e complica acesso de Osasco ao Cebolão
15/04/2014 Chuvas no final de semana não aliviam situação do Cantareira
12/04/2014 Sete novas creches estão em construção na rede municipal
12/04/2014 Mega Sena paga prêmio de quase R$30 milhões hoje. Valor está acumulado
12/04/2014 Protesto de grevistas da Fundação Casa provoca lentidão na Raposo
12/04/2014 Osasco está entre as 10 que concentram 70% da dengue no Estado
11/04/2014 Funcionalismo Fundação Getúlio Vargas é parceira em concurso público
11/04/2014 Alunos de Osasco ficam mais tempo na escola
11/04/2014 Ruas da Vl.Campesina recebem recapeamento
11/04/2014 Sete novas creches estão em construção na rede municipal
11/04/2014 Obras da UPA do Conceição e do PS do Jardim D´Abril são retomadas
11/04/2014 Prefeitura de Osasco reforça ações para combater o mosquito da dengue
11/04/2014 Remoção de favela do Jardim Wilson garante conclusão da Super Avenida