Cotidiano
07/12/2017 - 00:00

Osasco já vacinou 14 mil pessoas contra a febre amarela

Sábado será último dia do mutirão de imunização contra a doença, que acontece em cinco bairros da Zona Norte
Por Redação
Osasco
febre amarela (Foto: Divulgação)

(cotidiano@webdiario.com.br)

Termina neste sábado, dia 9, o mutirão de vacinação contra a febre amarela em cinco bairros da Zona Norte de Osasco. Nos primeiros dias de atendimento –sábado e domingo passado -  quando imunização aconteceu em postos volantes, foram aplicadas 13.960 doses. O público alvo são moradores e pessoas que estudam ou trabalham no Santa Fé, Três Montanhas, Bonança, Paiva Ramos e Industrial Anhanguera. Embora não haja, na cidade, casos confirmados da doença, essas áreas foram escolhidas porque ficam próximo da mata da Fazenda Paiva Ramos, no extremo Norte da cidade, área que integra o chamado “corredor ecológico” do Horto Florestal, em São Paulo, onde foram registradas mortes de macacos por febre amarela. O atendimento, no sábado, acontece das 8h às 16h nos dois postos volantes: Cemeief Maria José Ferreira Ferraz (Rua Padre Manoel Dantas Menezes, 80, Santa Fé) e na Emef Professor Manoel Barbosa de Sousa (Rua Ivone Mafra Pereira dos Santos, 42, Jardim Bonança).  A Prefeitura tem condições de vacinar até 5 mil pessoas por dia. O atendimento é feito mediante retirada de senha, entregue no dia da vacinação, na própria escola, a partir das 8 horas. É preciso apresentar RG ou Registro de Nascimento, Cartão SUS e Carteira de Vacinação (obrigatória para as crianças). Não devem tomar a vacina crianças com menos de 9 meses de idade, quem tem alergia a ovo ou derivados da galinha, gestantes e mulheres que amamentam crianças com menos de 6 meses de idade. Na região, também é feita campanha de vacinação, nas Unidades Básicas de Saúde, nas cidades de Carapicuíba, Cotia, Jandira, Itapevi e Santana de Parnaíba. Elas também não registram casos da doença, mas a meta é fazer um “bloqueio” contra a doença, já que ficam próximo a áreas de mata do corredor do Horto Florestal. A febre amarela é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti,  o mesmo da dengue.