Terça-Feira, 22 de Maio de 2018

Política


06/02/2018 - 00:00 - Atualizado em 06/02/2018 - 00:00

Bilhete Único deve voltar à pauta da Câmara em março

Se aprovado, o Bilhete Único dará direito ao passageiro de ônibus público municipal a usar quantas conduções quiser por duas horas a partir da primeira viagem ao preço de uma única passagem
Por Júlio Rezende
Osasco

(política@webdiario.com.br)

O projeto de Lei nº 21/2017, que prevê a implantação do Bilhete Único na cidade Osasco pode voltar à pauta da Câmara Municipal no próximo mês de março. Pelo menos, essa é a expectativa do vereador Ni da Pizzaria (Podemos), autor da propositura.

Segundo o parlamentar, desde o mês de julho do ano passado, quando apresentou o projeto no legislativo, tem mantido conversas com o prefeito Rogério Lins (Podemos) para que a medida seja implantada na cidade. “Sei que é um projeto que pode mudar muito a prestação de serviço de transporte coletivo na cidade e, portanto, requer muito planejamento.

Contudo, não posso abrir mão de uma proposta que beneficiará a população osasquense”, avalia o vereador. Questionado se o conjunto dos vereadores é a favor da medida, Ni garantiu que seus pares votarão favoravelmente ao projeto, em conjunto com o Poder Executivo. “Os vereadores trabalham alinhados com a administração e não irão contra o governo porque sabem que o prefeito também quer o melhor para a cidade”, declarou.

Se aprovado, o Bilhete Único, que é um cartão recarregável, dará direito ao passageiro de ônibus do transporte público municipal a usar quantas conduções quiser por duas horas a partir da primeira viagem ao preço de uma única passagem. A medida já beneficiou várias cidades da região metropolitana de São Paulo, bem como de todo o País. “É um cartão que pode garantir a cerca de 200 mil cidadãos osasquenses a possibilidade de, por exemplo, atravessar a cidade de Norte a Sul, sem ter que pagar duas tarifas, como acontece hoje”, finalizou o parlamentar.
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style