Esportes
09/02/2018 - 00:00

Visando G-8, GEO encara União Barbarense sábado

Por Leonardo Abrantes
Osasco
GEO (Foto: Luciano Benazzi)

(esportes@webdiario.com.br/poresporte.com.br)

Aos 23 anos, Danrley, o Marreta, já viveu várias experiências no futebol. Destaque no Grêmio Osasco, foi emprestado ao Grêmio, de Porto Alegre, mas retornou ao GEO, sob olhares desconfiados por conta do insucesso no Tricolor Imortal. Defendido com unhas e dentes por Mário Teixeira, proprietário do clube, o centroavante vive agora seu melhor momento como profissional. Em 7 jogos, já balançou as redes 6 vezes na Série A-3 do Campeonato Paulista e lidera a artilharia. Contra o Manthiqueira, na 7ª rodada, foi dele o gol que tirou o Grêmio Osasco do sufoco e garantiu a vitória por 1 a 0.

Após o jogo, quando questionado se esperava pelo bom início de temporada, o camisa 9 demonstrou personalidade. “Esperava. Venho trabalhando forte todos os dias, buscando sempre algo maior na competição e Deus vem me abençoando com gols. Centroavante de área tem que estar atento sempre, porque a bola sempre está passando por ali. Tenho procurado ficar na área para quando ela passar, eu marcar”, disse . Ele ainda minimizou o fato de o Grêmio Osasco ter enfrentado quatro times da zona de rebaixamento em sequência.

Próximo adversário do GEO, neste sábado, às 17h, a União Barbarense também está no Z-6, na 16ª colocação. Será, portanto, o quinto jogo seguido de Danrley e companhia contra equipes que lutam contra o descenso. “Todo jogo é difícil. Sabemos que a Série A-3 é uma competição difícil. Não importa se o time está lá embaixo ou em cima, a partida sempre será complicada. Vamos trabalhar firme para encarar a União Barbarense e entrar no G-8”, garantiu.

Treinador do Grêmio Osasco, Vitor Mosca elogiou o desempenho individual de Danrley, mas enfatizou o trabalho coletivo de sua equipe que, segundo ele, tem se comportado bem defensivamente. “O Danrley está trabalhando muito. Não é por acaso. Ele tem qualidade, mas está trabalhando, se dedicando, assim como todos estão. Do mesmo jeito que ele vem fazendo os gols, nossa equipe, no sistema defensivo, poucos gols tomou. Isso é fruto de um trabalho conjunto. Não existe eu, existe nós no nosso time”, afirmou Mosca.