Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018

Política


02/04/2018 - 00:00

Caramez deixa ninho tucano e vai para o PSB de Marcio França

Por Redação
Osasco

João Camarez

João Camarez (Foto: Luciano Benazzi)
(politica@webdiario.com.br) 
 
Depois de quase 3 décadas no PSDB, o deputado estadual João Caramez desembarca do ninho tucano e segue para o PSB do vice-governador Márcio França. O anúncio foi feito na tarde de ontem, na Kolping Cristo Rei, em Itapevi, seu reduto eleitoral. Fiel escudeiro do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Caramez vai engrossar as fileiras da sigla do vice-governador França, com a missão estratégica de apoiar o pessebista e montar palanque para o tucano nos eventos em prol da corrida presidencial.

Alckmin deixa o governo, no próximo dia 6 de abril, para disputar a presidência da República. Quem ocupa o lugar é seu vice, Márcio França que, sem precisar se licenciar, também já anunciou sua pré-candidatura a governador e se manter no cargo até 2022. A decisão de França além de provocar confusão no ninho tucano, ainda frustrou os planos do prefeito João Dória, pré-candidato ao governo do Estado pelo PSDB, que não poderá usar a máquina pública e ainda terá que lidar com um eleitorado insatisfeito com sua saída prematura da Prefeitura de São Paulo.

João Caramez foi prefeito de Itapevi de 1993 a 1996 e, em 1998, foi eleito pela primeira vez deputado estadual, pelo PSDB. Em 2000, a convite do governador Mário Covas, assumiu a Chefia da Casa Civil do Governo do Estado, onde permaneceu até janeiro de 2002. Em seu 5º mandato, Caramez assumiu a cadeira em julho de 2016. Por ser primeiro suplente da coligação PSDB/DEM/PPS/PRB nas eleições 2014, ele ocupou a vaga de Mauro Bragato (PSDB), cassado pela justiça por superfaturar a compra de 110.697 litros de leite tipo C destinado a crianças carentes.
 
Ao anunciar a mudança de sigla, Caramez puxa a fila na dança das cadeiras na região, já que os interessados em disputar algum cargo nas eleições presidenciais de 2018 têm até o próximo sábado, 7 de abril para se filiar a algum partido ou trocar de legenda, segundo prazo estabelecido pela legislação eleitoral.
 
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style