Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Polícia

27/08/2019 - 00:00 - Atualizado em 27/08/2019 - 00:00

Assassinatos caem 13% durante mês de julho

Foram 13 assassinatos em julho contra 15 registrado em igual período do ano passado. Do total de casos registrados durante o mês anterior, Osasco liderou, com 6 registros. Houve ainda 3 homicídios em Itapevi, 2 em Cotia, 1 em Jandira e um em Santana de Parnaíba
Por Erica Celestini / cotidiano@webdiario.com.br
Região

Os homicídios estão em queda – ainda que ligeira – nas cidades da região Oeste. Segundo dados da Secretaria Estadual da Segurança Pública, foram registrados 13 assassinatos durante o mês de julho, número 13% inferior ao registrado em igual período do ano passado, quando foram 15 crimes desse tipo.  Do total de casos registrados durante o mês anterior, Osasco liderou, com 6 registros. Houve ainda 3 homicídios em Itapevi, 2 em Cotia, 1 em Jandira e um em Santana de Parnaíba. Já o acumulado do ano, são 85 homicídios até agora. Desde janeiro, Osasco soma 25 registros. Carapicuíba e Itapevi estão empatados, em segundo lugar, com 18 casos. Já Barueri soma 9. Em Cotia e Jandira, foram mais 6 registros cada. Houve ainda 2 casos em Parnaíba e um em Pirapora do Bom do Bom Jesus. Em outra base de comparação, desta vez com junho, houve alta de 44% nos casos.

No mês anterior, a região havia somado o menor registro do ano, com 9 casos, repetindo os registros de maio. A Região Metropolitana de São Paulo também terminou o mês de julho de 2019 com redução nos indicadores de casos de homicídios. A queda foi de  28,3%, passando de 60 para 43, se comparado os meses de julho de 2018 e 2019. O número é ainda o menor da série histórica, iniciada em 2001. O recorde anterior era de 2010, com 72 casos. Já em todo o Estado, julho foi o sétimo mês do ano com redução nos casos de assassinatos.  A queda foi de 24,5% em relação ao mesmo período do ano passado, com total de registros passando de 245 para 185 entre o mês de julho com igual período de 2018. Nesse caso, o total também é o menor da série histórica, iniciada em 2001. Os latrocínios – roubos seguidos de morte -  também reduziram no sétimo mês deste ano. Os casos recuaram 23,8%, com 16 ocorrências registradas no mês passado, contra 21 em igual período de 2018.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style