Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019

Cotidiano


16/09/2019 - 00:00 - Atualizado em 16/09/2019 - 00:00

Itapevi inaugura Centro de Hemodiálise este mês

Por Da redação / cotidiano@webdiario.com.br
Itapevi

Com isso 60 pacientes não precisarão mais fazer tratamento em outras cidades. A unidade vai funcionar na região da Vila Santa Rita, no mesmo prédio que abrigará o CIS (Centro Integrado de Saúde), na rua arquiteto Ubirajara da Silva

Com isso 60 pacientes não precisarão mais fazer tratamento em outras cidades. A unidade vai funcionar na região da Vila Santa Rita, no mesmo prédio que abrigará o CIS (Centro Integrado de Saúde), na rua arquiteto Ubirajara da Silva (Foto: Divulgação)
A rede municipal de saúde de Itapevi passa a contar, no próximo dia 26, com um Centro de Hemodiálise. A inauguração acontece às 10 horas e a unidade vai funcionar na região da Vila Santa Rita, no mesmo prédio que abrigará o CIS (Centro Integrado de Saúde), na rua Arquiteto Ubirajara da Silva. De acordo com a prefeitura, serão atendidos, no local, 60 pacientes que são moradores da cidade mas hoje precisam se deslocar até a Capital e municípios mais distantes para fazerem tratamento.

“Hoje, centenas de moradores da nossa cidade precisam sair às 4 ou 5 horas da manhã de casa, duas a três vezes por semana, para fazer a hemodiálise em outras cidades. Agora, isso não será mais necessário para a maioria destes pacientes”, explicou o prefeito Igor Soares.  De acordo com a administração, a prioridade do atendimento é para os pacientes residentes em Itapevi, mas se houver vagas, moradores de municípios vizinhos também serão atendidos.

O controle de vagas será realizado pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, como determina a lei. O atendimento começará escalonado, com 10 cadeiras de hemodiálise, mas o centro tem capacidade até 30 atendimentos. O serviço será prestado pela empresa terceirizada Da Vitta, vencedora de processo de licitação. O centro foi montado com recursos próprios do município e será mantido pela prefeitura, com recursos de R$ 370 mil por mês.

“Assim que conseguirmos suporte financeiro do SUS para manter a unidade, vamos trabalhar para ampliar o número de pacientes atendidos”,  completou o prefeito.  No mesmo local, mas com atendimento independente, será inaugurado em 2020 o CIS, que vai oferecer atendimento em 30 especialidades, com consultas e exames . Na região, Itapevi é a segunda cidade a contar com centro próprio de hemodiálise. Barueri oferece serviço semelhante na rede municipal de saúde.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style