Sábado, 06 de Junho de 2020

Esportes


16/03/2020 - 00:00 - Atualizado em 16/03/2020 - 00:00

Superliga cancelada

Por Francisco Rossi Junior/esportes@webdiario.com.br
Osasco

Osasco Audax toma a iniciativa e CBV suspende Superliga. Em comum acordo o vôlei Osasco e o Bauru decidiram não jogar a primeira partida do playoff das quartas-de-final da Superliga Banco do Brasil, que aconteceria no sábado, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. A partida seria com portões fechados, em função da pandemia de coronavírus.

Osasco Audax toma a iniciativa e CBV suspende Superliga. Em comum acordo o vôlei Osasco e o Bauru decidiram não jogar a primeira partida do playoff das quartas-de-final da Superliga Banco do Brasil, que aconteceria no sábado, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. A partida seria com portões fechados, em função da pandemia de coronavírus. (Foto: Caio Henrique)
Osasco Audax/São Cristóvão Saúde e Sesi Bauru decidiram, em comum acordo, não jogar a primeira partida do playoff das quartas-de-final da Superliga Banco do Brasil, que aconteceria no sábado (14), às 18h45, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. A partida seria com portões fechados, em função da pandemia de coronavírus. O motivo foi o mesmo que impediria o público de acompanhar a partida no local: preservar a saúde das atletas, comissão técnica, árbitros e todos os profissionais envolvidos na rodada, de funcionários do ginásio à imprensa.

A decisão de não jogar foi tomada no início da tarde deste sábado. Os diretores dos dois clubes se reuniram no hotel onde o Osasco Audax/São Cristóvão Saúde estava hospedado e firmaram o acordo que visa preservar a saúde de todos contra o risco de contágio pela COVID-19. Após a reunião entre Osasco e Bauru, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) foi comunicada pelas duas diretorias sobre a decisão de adiar a série melhor de três partidas até que a situação nacional em relação a saúde pública seja normalizada. 

A CBV não só acatou a decisão das equipes como estendeu a suspensão para todas as partidas de todas as competições da entidade, entre elas o confronto entre Minas e São Paulo/Barueri que deveria ocorrer no domingo (15), em Belo Horizonte. “As partidas pela Superliga Banco do Brasil 2019/2020 estão suspensas por 15 dias até que uma nova avaliação seja feita de acordo com a recomendação dos órgãos responsáveis”, informou a Confederação em Nota Oficial.