Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020

Política


28/05/2020 - 00:00 - Atualizado em 28/05/2020 - 00:00

Câmara de Osasco vota redução de 30% do salário dos vereadores nesta sexta-feira

Também será reduzido em 10%, durante três meses, os salários dos servidores comissionados. Sessões extraordinárias serão transmitidas pelo canal da Câmara no YouTube
Por Da redação/política@webdiario.com.br
Osasco

Também será reduzido em 10%, durante três meses, os salários dos servidores comissionados. Sessões extraordinárias serão transmitidas pelo canal da Câmara no YouTube

Também será reduzido em 10%, durante três meses, os salários dos servidores comissionados. Sessões extraordinárias serão transmitidas pelo canal da Câmara no YouTube (Foto: Divulgação)
A Câmara Municipal de Osasco realiza mais duas sessões extraordinárias nesta sexta-feira (29) para a discussão e votação de medidas de contenção de despesas na Casa legislativa. As medidas foram propostas pela atual Mesa Diretora, como forma de reduzir os gastos com o Poder Legislativo da cidade durante o período de pandemia de Covid-19.
 
“O mundo enfrenta uma situação atípica e, em nossa cidade, isso não é diferente. Decidimos, em comum acordo, que esta Casa Legislativa pode colaborar adotando medidas importantes, como a redução dos subsídios dos parlamentares e de servidores em cargos de comissão”, explica o presidente da Câmara, vereador Ribamar Silva (PSD). A Mesa Diretora preparou três projetos com foco na contenção de despesas. Caso sejam aprovados, os cortes devem ser feitos no período de junho a agosto de 2020, podendo ou não ser prorrogados.
 
A pauta de votação das sessões desta sexta contêm ao todo sete projetos. Além das três propostas do Legislativo, há outras quatro do Executivo Municipal. Três projetos encaminhados pelo prefeito Rogério Lins (PODE) são sobre abertura de crédito orçamentário.  O outro está ligado à criação de programas específicos de combate à violência contra a mulher, criados em conjunto com Procuradoria Especial da Mulher da Câmara, que tem à frente a vereadora Ana Paula Rossi (PL). Vale lembrar que os casos de violência doméstica foram impulsionados no período de quarentena.
 
As sessões extraordinárias serão realizadas em sistema de videoconferência, com transmissão ao vivo a partir das 11 horas pela TV Câmara Osasco, nos canais 7 da NET e 3 da Megabit Telecom. Também é possível acompanhar o conteúdo no canal da TV Câmara Osasco no YouTube e nos canais oficiais da Câmara de Osasco (site e redes sociais).