Quarta-Feira, 08 de Julho de 2020

Política


28/05/2020 - 00:00 - Atualizado em 28/05/2020 - 00:00

Governador João Doria decide terça sobre flexibilização do comércio em Osasco e região

Nesta quinta-feira prefeitos de Osasco, Santana de Parnaíba, Itapevi, Cajamar, Cotia, Carapicuíba, Vargem Grande e Jandira se reuniram, pela segunda vez, com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi
Por Da redação/política@webdiario.com.br
Região

Cinco prefeitos tentam convencer governador que com critérios e fiscalização é possível retomar atividades

Cinco prefeitos tentam convencer governador que com critérios e fiscalização é possível retomar atividades (Foto: Divulgação)
Desde quarta-feira, 27, cinco prefeitos da região Oeste da Grande São Paulo negociam com o governador João Doria e com o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a reabertura gradual das atividades nas essenciais em Osasco, Itapevi, Cajamar, Cotia e Carapicuíba. 

Na reunião desta quinta-feira, 28, além desses cinco prefeitos também estavam o de Santana de Parnaíba (Elvis Cezar), o de Vargem Grande Paulista (Josué Ramos) e o de Jandira (Paulo Barufi). Eles se uniram a Rogério Lins (Osasco), Igor Soares (Itapevi), Danilo Joan (Cajamar), Rogério Franco (Cotia) e Marcos Neves (Carapicuíba).

A meta é mostrar a Doria que com critérios sanitários, fiscalização e cooperação dos comerciantes lojas, restaurantes, academias, dentre outros serviços, podem gradualmente retomar suas atividades a partir de 1º de junho. O retorno do governo do Estado para os pedidos será feito na próxima terça-feira, 2 de junho.
 
Para definir sobre a flexibilização, as regiões do Estado foram divididas em fase, levando-se em conta critérios como ritmo da transmissão do coronavírus, número de casos e disponibilidade de leitos para atendimento de doenças, inclusive de UTI. A Grande São Paulo é considerada pelo governo como área de alerta máximo devido ao número crescente de de mortos e contaminados.